NOVEMBRO AZUL

 


A Campanha

      O Novembro Azul teve início na campanha Um Toque Um Drible, desenvolvida pelo Instituto Lado a Lado a partir de 2008 para discutir temas relacionados ao Câncer de Próstata. Quatro anos depois, inspirado pelo Movember, movimento internacional dedicado à conscientização e arrecadação de fundos na luta contra a doença, passou-se a promover um mês inteiro e intenso de mobilizações focado na saúde do homem: o Novembro Azul.

O Câncer de Próstata

      O Câncer de Próstata é uma doença silenciosa, que não costuma apresentar sintomas. A detecção precoce pode aumentar em 90% as chances de cura. No entanto, 87% dos homens afirmam que o preconceito atrapalha na prevenção. Diante deste cenário, a informação e conscientização são poderosas aliadas para mudarmos este quadro e as principais bandeiras do Novembro Azul.

Perguntas e respostas sobre o câncer de próstata

O que é a próstata?
      É uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

O que é o câncer de próstata?
      No Brasil, é o segundo tipo de câncer mais frequente em homens, após os tumores de pele. Acontece quando as células deste órgão começam a se multiplicar de forma desordenada. A doença pode demorar a se manifestar, exigindo exames preventivos constantes para não ser descoberta em estágio avançado e potencialmente fatal.

Quais são os sintomas do câncer de próstata?
      Na fase inicial, ele não apresenta sintomas, e quando os sinais começam, quase 95% dos tumores já se apresentam avançados, sendo muito difícil a cura.

O que na fase avançada pode provocar?
  • Dor óssea
  • Dores ao urinar
  • Vontade de urinar com frequência
  • Presença de sangue na urina e/ou no sêmen
  • Insuficiência renal
  • Dores fortes
Atenção:
      A AUSÊNCIA DE SINTOMAS NÃO GARANTE QUE NÃO HÁ PROBLEMAS.
      POR ISSO, FAÇA EXAMES PREVENTIVOS E CUIDE DA SUA SAÚDE!

Como se dá o diagnóstico?
      A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir anualmente ao urologista para fazer o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, além de fazerem o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

Atenção:
      OUTROS EXAMES PODERÃO SER SOLICITADOS
      SE HOUVER SUSPEITA DE CÂNCER DE PROSTÁTA,
      COMO AS BIÓPSIAS, QUE RETIRAM FRAGMENTOS
      DA PROSTÁTA PARA ANÁLISE, GUIADAS PELO
      ULTRASSOM TRANSRETAL

Quais são os Fatores de Risco?
  • Idade (cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos)
  • Histórico familiar de câncer de próstata: pai, irmão e tio
  • Raça (maior incidência entre os negros)
  • Alimentação inadequada, à base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos.
  • Sedentarismo
  • Obesidade
Curiosidades sobre este tipo de câncer
  • É o 2º tipo que mais mata homens no Brasil atrás apenas do câncer de pele não melanoma.
  • Quase 50% dos homens brasileiros nunca foram ao urologista
  • 1 A cada 6 homens poderá ter câncer de próstata e 1 a cada 36 poderá morrer.
  • A taxa de mortalidade está em queda, em parte porque a doença está sendo diagnosticada precocemente.
  • A cada 10 casos de câncer descobertos no início, 9 tem chances de cura.

Fonte: Sociedade Brasileira de Urologia, com informações do Portal novembro azul

Voltar para cima